[FP] Olivia Franchsvösk

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Olivia Franchsvösk

Mensagem por Olivia Franchsvösk em Dom Dez 08, 2013 8:15 pm

Olivia Julietta Franchsvösk

"1'm flying to close to the sun"

Olivia
209
Vampira
Itália
Luanna Perez


O PSICOLÓGICO

Olivia, quando humana, era a mais requintada das damas, mesmo que isso não ocorrendo porque quisesse. A mãe adotiva insistia em dizer que ela tinha de ser perfeita, o que apenas contribuiu para a construção de sua verdadeira identidade: uma garota furtiva e teimosa, com seu humor negro e nenhum temor visível. Com sua transformção, sua personalidade se agravou. Agora, ela nem hesita em tirar uma vida humana.


A HISTÓRIA

Verão de 1804, litoral-sul da Itália. Sob o brliho intenso do sol de meio-dia, nasceu uma pequena garota, de olhos de um tom de chocolate forte e madeixas de um castanho claro. Apenas os pássaros naquele ambiente ouviram o choro abafado da garota e os soluços de dor da mãe. Aquele parto tão precipitado havia tomado-lhe todas as forças. Ela praticamente se via no paraíso. Mas então, um borrão cortou o ar e tirou-lhe a filha dos braços, colocando a ainda recem-nascida aos trapos, e tomou Donatella, a mulher, nos braços, sumindo ainda mais depressa. A garotinha só foi achada horas depois, um último suspiro querendo sair por seus lábios, mas aquele par de imigrantes alemães tão gentis deram-lhe mais uma chance. Foi criada como a estimada e única filha do casal, o paradeiro de seus verdadeiros pais escondido, um segredo de Franz e Evandra. Eles sabiam que tinha algo de muito estranho nos pais da garota, especialmente na mãe, que na noite do aniversário de seis anos da garota, surgiu nas janela do quarto do casal, pedindo que levassem-a, algum dia, para a Espanha, para ver a corrida dos touros. Algo fez com que eles confiassem cegamente na mulher. Prometeram levar a garota quando esta fizesse dezoito anos, o acordo foi celado.
Por ora, Olivia foi criada de um modo solene e extremamente requintado, aprendendo a ser uma futura dama, a esposa perfeita, que teria o marido perfeito. Este seria Carlo Sfontaneri, filho de um comerciante rico local. O casamento foi arranjado, um grande dote pago. Sua vida estava sendo decidida e ela não gostava nada daquilo. Não via graça nos frios olhos azuis do futuro marido. Não queria casar com ele, de modo algum. Mas ela não podia dar um passo atrás. Aceitou casar-se, mas antes disso, queria ir para a Espanha. A verdade sobre a sua mãe havia sido de seu conhecimento no seu aniversário de 15 anos, e agora, aos 18, queria conhce-la. Anciava em encontrar os mesmos olhos castanho que tinha no rosto de sua verdadeira mãe.
A longa viagem logo foi feita e ela mal pode acreditar quand se viu nas pradarias espanholas, a música pulsando em seu corpo. Mas algo lhe foi fatal. Não tinha ideia da existência da corrida dos touros. E quando se viu no meio de uma delas, não estava preparada. Foi uma confusão de chifres, pernas e patas, além de sangue, muito sangue.
Boa parte era seu. Sua sorte foi Donatella vir ao seu resgate. A mulher fez de tudo para salvar a filha, mas se viu frente a frente com a realidade: só o vampirismo poderia salva-la agora.
Tudo que pode dar antes de a garota morrer foi um pouco de seu sangue. Mas quando retornou, a noite flácida protegendo-a, a sede fazendo seu corpo tremer, não pode se conter, Atacou a todos que viu pela frente. Sangue era o que ela queria, sangue era o que ela precisava.
Passou a viver com a mãe, a falsa notícia de que estava morta correndo pelo litoral italiano. Casamento destruído, livre das regras, com sua tão estimada mãe biológica. Sua vida estava, basicamente, perfeita.
Mas a Espanha não lhe foi suficiente. Ela era vulgarmente conhecida como a besta das noites sem lua, devido ao fato de atacar como nunca nas noites negras como breu, sem a luz perolada da lua para proteger os viajantes errantes. Mais e mais as pessoas julgavam estar lidando com vampiros, mas nenhuma suspeita caía sobre Olivia, já que está nem de casa podia sair, na ausência de uma jóia com lapis lazuli, á qual a mãe era dona. As pessoas não a conheciam, então nem imaginavam que aquela garota de aparência tão meiga seria a tão temida besta. Mas, mesmo assim, saíram da Espanha, em direção a Portugal, onde uma bruxa, já idosa e com a sua moral dividida, deu à Olivia um bracelete com lápis-lazuli, em troca de proteção à qualquer decendente que esta encontrasse em sua jornada ao redor do globo, atrás de alimento. Agora o seu alcançe era muito maior. A dama que ela deveria ser já havia ido embora, junto com a sua humanidade. Agora, era apenas uma máquina, movida à sangue e sofrimento. Seu mundo era tingido de vermelho, as pessoas eram apenas objetos à qual ela e a mã podiam apropriar-se. Ela era o Sol de seu pequeno universo, onde tudo podia controlar.
Mas em 1900, tomou uma decisão equivocada. A pacata Mystic Falls chamou-lhe a atenção. Podia ser o lugar perfeto para estabelecer-se. População de "cabeça-chata", bosques na qual podia abandonar o corpo, dizendo que fora uma besta, e nenhum sinal exessivamente óbivio de outros seres paranormais. Assim que chegou, teve a ousadia de atacar m policial, junto à mãe. Mal acreditou quando viu a mãe cair em seus braços, uma estaca crava em seu peito. Só pode fugir, impedindo que as lágrimas implodissem. Era a única dádiva humana que se permitia ter, mas por pouco tempo.
Passou o século escondida, passando de cidade em cidade, sempre perto de Mystic Falls. A humanidade voltava-lhe poucas vezes, quando lembrava-se de sua infância no litoral italiano. Mas não podia permitir-se aos sentimentos. Era hora de voltar à Mystic Falls. Iria fazer aquela cidade estúpida tremer. Ninguém jamais a reconheceria, com seus novos cabelos num tom de laranja. Agora era a nova versão de si mesma.
Uma versão que queria vingança.


Maris :3-  MP



chay at ops!
avatar
Olivia Franchsvösk

Mensagens : 3
Data de inscrição : 08/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Olivia Franchsvösk

Mensagem por Kol Mikaelson em Qua Jan 01, 2014 4:41 pm

Aceita.



Kol Mikaelson
Original | Admistrador | Cuidado Cool

avatar
Kol Mikaelson
Originais
Originais

Mensagens : 173
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 23
Localização : Mystic Falls

Ficha Mística
MP:
75/75  (75/75)
Vida:
75/75  (75/75)
Nível : 13

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum