[FP] Hei. K. H. Darkhome

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Hei. K. H. Darkhome

Mensagem por Hei K. H. Darkhome em Sex Jan 24, 2014 7:09 pm

Hei Kaullitz Henger Darkhome

"Muito estranho para viver, muito raro para morrer!!"

Hei
15
Vampiros (Niklaus)
ORIGEM
Dylan Sprouse


O PSICOLÓGICO

Hei é uma pessoa calma, inteligente, estrategista e calculista. Porém, apesar de seu comportamento normal, ele sofre muito com o abandono de seus pais, e se irrita muito quando alguém toca no assunto. Ele não acredita no que todos chamam de amor, e acha que isso é apenas uma palavra sem sentido. Hei porém é um garoto muito preocupado com seu tio, que foi a única pessoa que cuidou dele em sua vida. Ele tem medo de palhaços, e por isso desenvolveu a coulrofobia, também tem claustrofobia e medo de altura. Adora seu gato, o Hanna e odeia cachorros. Se considera um indivíduo autônomo e gosta de tomar suas decisões sozinho, por isso ele gosta de fazer suas coisas sem ajuda. É meio anti-social, e não gosta de conversar com as pessoas de sua escola, exceto seus dois amigos Nico e Alirah. Se considera muito simpático, pois apesar de sua anti-socialidade, ele responde a um bom dia, boa tarde e boa noite. Gosta de passear e ouvir um bom rock alternativo e dramático. Sonha que um dia possa encontrar seus pais e dizer tudo que está guardado e o que ele pensa sobre eles. Hei gosta de ir no túmulo de seu avô escrever e falar sobre seu dia, pois acredita que assim possa desabafar tudo que sente e que passa no seu dia-a-dia. Mas o que ele gosta principalmente de fazer em suas horas vagas é assistir filmes de terror, ficção, mas principalmente filmes de animação, pois ele senta uma leve melancolia quando assiste esse tipo de filme. /Õ/


A HISTÓRIA

Não sei como descrever minha vida, ou algo triste e sem qualquer tipo de animação, ou pura melancolia e sem qualquer discrepância da vida de qualquer outra pessoa. Ao nascer eu era um garoto normal, pelo menos era o que eu pensava. Bem, até essa parte da minha vida tudo normal, sem qualquer problema, porém um dia quando meu tio estava em casa, meus pais chegaram aflitos e me entregaram para ele e meu pai pediu para meu tio cuidar de mim, que os dois teriam que ir. Sim ir, ir para onde? Meu tio não entendendo a situação e vendo a preocupação dos meus pais decidiu dizer que sim e logo após a resposta do meu tio, meus pais se despedem de mim rapidamente, eu ainda era criança, e não tenho qualquer lembrança dessa cena. Quando eu cresci e já estava com 8 anos, meu tio se considerava meu pai, e eu o considerava meu pai, até o chamava de pai. Todavia, ele nunca me forçou a chama-ló assim, sempre me deixou claro que ele era meu tio, mas que me amava como um filho, já que nunca teve nenhum. Morávamos em Seattle, mas depois de um leve incidente que aconteceu, tivemos que mudar para uma pequena cidade chama Mystic Falls, não entendi muito bem porque, mas não questionei a decisão do meu tio. Ao passarmos 6 anos em Mystic Falls, já estudando no colégio, conheci meus dois únicos amigos, Nico e Alirah. Os dois são incríveis, foi eles que deram meu gato, o Hanna, quando eu completei meus 13 anos. Só conseguimos nos adaptar com nos mesmos, pois somos estranhos e só conseguimos conversar sobre nossos assuntos. Só que teve uma fase muito difícil em minha vida, meu amigo Nico é gay, e meu tio era homofóbico, e para tentar convencer meu tio a gostar do Nico foi muito difícil, pois quando a pessoa é homofóbica, é muito difícil tentar mudar o pensamento dela. Já teve uma fase de ambiguidade em sua mente, em que ele pensou que poderia estar gostando do Nico, e foi nessa fase que aproveitei para mudar o pensamento do meu tio, e consegui, hoje ele não tem qualquer preconceito pelo Nico, porque ele tinha que entender que o Nico e a Alirah são meus únicos amigos, e ele me tirando algum dos dois seria uma mancha muito horrível em minha vida. Bem, na parte da minha transformação em Vampiro, foi em uma noite de lua minguante. Eu estava no túmulo de meu avô, quando de repente um homem alto, de poucos anos, cabelos e olhos negros aparece na minha frente. Primeiro levei um susto enorme, e logo em seguida estranhei muito, pois quase ninguém, quase ninguém mesmo ia naquele lugar, então eu pensei um pouco. O que um homem como esse estaria fazendo ali? Porém pensei muito, e ele desapareceu e apareceu atrás de mim, quando percebi, estava sentindo os caninos dele atravessando minha pele, fazendo eu assim apagar misteriosamente, e infelizmente, quando eu acordei estava sentindo um enjoo horrível, mas não parou por ai. Ele cortou seu braço com sua boca e colocou seu sangue na minha boca, aquilo junto com o enjoo me fez apagar novamente, e quando acordei dessa vez, ouvia só um sussurro, na verdade um nome, Damon. Sai desorientado, até que logo vi uma mulher andando em minha direção. Eu não pensei duas vezes, derrubei ela no chão e comecei a sugar seu sangue, aquilo foi muito estranho e horrível, porém tinha que começar a me adaptar aquela vida, e aconteceu que hoje sou um anormal, loiro e perigoso vampiro.


Neto Araújo -  Skype: netoloki



chay at ops!
avatar
Hei K. H. Darkhome
Vampiros
Vampiros

Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/01/2014

Ficha Mística
MP:
20/20  (20/20)
Vida:
20/20  (20/20)
Nível : 1

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Hei. K. H. Darkhome

Mensagem por Kol Mikaelson em Sex Jan 24, 2014 8:52 pm

Aceito, Bem Vindo.



Kol Mikaelson
Original | Admistrador | Cuidado Cool

avatar
Kol Mikaelson
Originais
Originais

Mensagens : 173
Data de inscrição : 29/12/2013
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha Mística
MP:
75/75  (75/75)
Vida:
75/75  (75/75)
Nível : 13

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum