Missão MF - Jellal Mendeley - Vampiro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Missão MF - Jellal Mendeley - Vampiro

Mensagem por Jellal Mendeley em Ter Jan 28, 2014 12:40 pm



Da janela de sua casa observava a lua imensa e brilhante no céu. Naquela noite ela se encontrava completamente visível para a Terra, o que quer dizer que os lobos fariam a festa. Saiu da janela, indo se deitar em sua cama, o tédio o consumia. Não era muito de ler, mas era tamanha sua falta do que fazer que já havia devorado os poucos livros que ganhara de seu amigo durante todos os anos que conviveram juntos, ele sim gostava de ler. Sentia saudades daquela época, das aventuras e de uma vida que vale a pena ser vivida.

De repente se lembrou que já não se alimentava a um dia. Se levantou para ir ao freezer pegar uma bolsa de sangue, levando-a a boca sem muita vontade. Antes de começar a ingerir, voltou a guardá-la, tinha necessidade de beber de alguém aquela noite, estava muito chato aquele lance de não machucar alguém, era disso que sentia falta. Vestiu-se e saiu para dar uma volta, esquecendo que poderia encontrar muitos obstáculos nesse pequeno passeio.

Em poucos minutos de caminhada como se fosse um humano normal, encontrou por acaso uma mulher andando sozinha por ali. Um sorriso nasceu em seu rosto, finalmente iria se alimentar. Aproximou-se lentamente da garota, abraçando-a pelas costas como se a conhecesse. Como era de se esperar ela se assustou ao sentir seu toque, soltando um grito alto e estridente. - Socorro ! - ela gritou sem ter olhado uma vez quem havia abraçado-a, sacando um punhal que levava em sua bolsa, deixando o vampiro surpreso. Devia saber que aquela não fora a melhor forma de se apresentar, nunca tivera jeito pra essas coisas mesmo. - Hey, calma, eu não sou um monstro. - tenta falar com uma voz tranquila, aqueles gritos poderiam lhe colocar em uma grande enrascada. Aos poucos ela começou a se acalmar, guardando o punhal na bolsa novamente continuando a fitá-lo com um olhar assustado e desconfiado, perguntando com uma voz alterada. - Q-quem é...você? - o vampiro suspirou depois daquela tensão total, demorando um pouco pra responder. - Ninguém que você conheça, eu passava por aqui e achei estranho uma garota sozinha nesse lugar praticamente deserto. - tentou parecer convincente, não queria ser obrigado a hipnotizá-la, era mais divertido daquela forma. Ela continuou a respirar rapidamente, recuperando-se do susto e forçando um sorriso por fim, parecia ter acreditado. - Bom...eu iria me encontrar com alguém aqui perto hoje, mas ele acabou não vindo e eu tive essa ideia louca de passear um pouco e...eu acho que estou perdida, moro aqui a pouco tempo. - falou meio sem jeito de forma que Jellal respondeu com uma risada forçada que pareceu verdadeira. - Perdida? Nessa cidade pequena desse jeito? - estava tentando deixá-la mais confortável naquela situação para por fim conseguir o que queria, e estava difícil se segurar com aquele pescoço a mostra. - Não ria, eu sou meio sonsa as vezes... - ela parecia bem bobinha, seria fácil. Aproximou-se da mesma mais um pouco envolvendo-a com o braço como se fossem bem íntimos. Ela não reclamou. - Vou te levar a esse lugar onde você iria encontrar esse cara e de lá você vai pra casa. - falou, começando a caminhar após ouvir o nome desse ponto de encontro.

Em pouco tempo chegaram ao seu destino, o que na verdade não era o lugar que a mulher indicara e sim uma rua deserta onde poderia finalmente se alimentar, parecia deliciosa. - Espera, não é esse o lugar. - ela falou normalmente, sem desconfiar de nada. Começou a empurra-la lentamente para uma parede sem que ela percebesse. - Acho que me perdi... - sorriu sem jeito, observando que ela estava levando tudo aquilo muito bem. Era essa a hora, olhou dentro dos olhos da garota, concentrando-se e falando com calma. - Você não vai gritar nem fazer nada. - ela pareceu obedecer já que não disse nada. As veias tornaram-se visíveis ao redor dos olhos de Jellal e caninos começaram a crescer em sua boca assim que se aproximou de seu pescoço, mas antes de começar a se alimentar, notou uma presença na esquina daquela rua graças aos seus instintos de vampiro. Afastou-se do pescoço de sua vítima, olhando para o local no exato momento em que um homem virou a rua e parou ao ver aqueles dois tão próximos um do outro. Para o azar de Jellal aquele era o namorado da garota e não havia gostado nada do que estava vendo. A face do vampiro aos poucos foi voltando ao normal, mas já dera tempo do homem ver e novamente, para azar de Jellal, ele sabia que aquelas eram características de um vampiro.

A mulher permaneceu parada ao lado do garoto, mas falou alto o suficiente que aquele era seu namorado de forma que o vampiro pode ouvir e notar uma expressão não muito feliz no rosto do humano. Em seguida o namorado se abaixou, ficando de quatro no chão enquanto começava a se contorcer. Nesse exato momento Jellal começou a ficar apreensivo, já havia presenciado aquele ritual antes e se não se enganava, ele estava se transformando em um lobo. - Que droga... - falou ao perceber sua situação, afinal ele não era um humano e sim um lobisomem, o que o deixava em apuros. Já havia lutado com um lobisomem antes mas não era coisa da qual queria se lembrar, até por que na época contou com a ajuda do seu amigo. Tentou manter-se calmo, precisava pensar em alguma solução rápido, fugir seria uma opção pouco viável, mas lutar também, fazia tempo que não lutava. Em poucos segundos ele seria um lobo, não iria se controlar e poderia matar até a própria namorada. O jeito era matá-lo, e para isso teria de usar a garota ao seu lado de alguma forma já que era sua única "arma". Voltou a olhar nos olhos da mesma, falando com calma e sem muita pressa, mesmo naquelas condições. - Você vai atacar aquele lobo, quero que você o mate custe o que custar. - novamente notou que ela o obedecia. Novamente a mesma sacou seu punhal. O vampiro sabia que ela não iria matar o lobisomem, e não era esse o real objetivo que ele tivera ao controlar a garota dessa forma, ele só queria que ela distraísse o inimigo para que ele pudesse matá-lo sem sofrer nenhum dano, sabia o que poderia passar se fosse mordido pelo lobo e não acha que encontraria alguma bruxa amigável e com sangue do tal Niklaus como encontrara uma vez quando precisou.

Assim que voltou a olhar para a esquina onde antes estava seu oponente, notou que ele sumira, o que já o deixou em alerta. Olhava para os dois lados a procura do lobisomem, notando sua presença alguns segundos antes dele atingi-lo no salto que acabara de dar para chegar a Jellal. O mesmo rapidamente se defendeu, jogando-o contra uma parede da qual rapidamente se recuperou, voltando a saltar para cima de seu alvo. Dessa vez foi o vampiro o atingido, indo para o chão enquanto tentava segurar o lobo que mostrava os dentes em uma tentativa desesperada de matá-lo. Nesse exato momento, quando já estava começando a ceder tamanha a força de seu oponente, sua nova conhecida veio ajudá-lo, obedecendo sua ordem anterior ao desferir um golpe com a espada em uma das pernas da criatura, o que foi o bastante para afastá-lo do vampiro e ao mesmo tempo se irritar com a humana que acabara de atacá-lo. Naquela forma não devia se lembrar o que ela era e isso se tornou verdade no momento em que o lobo pulou em cima da garota, mordendo-a no pescoço fatalmente e bem rápido. Era essa sua chance, se levantou rapidamente do chão, movendo-se com sua velocidade sobrenatural para as costas do lobo, afastando-o da garota jogando-o na parede com força, acompanhando-o rapidamente de novo, enfiando a mão dentro de seu corpo antes que ele caísse no chão, encontrando seu coração facilmente e arrancando-o sem exitar. No exato momento notou que seu inimigo parara de se mexer, estava morto. Jellal finalmente pode respirar, tentando se recompor do medo que sentira a pouco tempo. Estava mesmo enferrujado e essa falta de habilidade em lutar quase o rendera a morte, precisava fazer algo sobre isso logo, não podia continuar fraco daquela forma naquela cidade cheia de perigos para qualquer espécie. Largou o corpo da criatura que logo chegou ao chão, olhando ao seu redor vendo o corpo da mulher inerte onde caíra. Pensou em dar a ela seu sangue para curá-la, de certa forma se sentia agradecido a mesma, mas sabia que ela já estava morta no exato momento em que o lobisomem partiu para cima da mesma. Pegou ambos os corpos, levando-os para um beco vazio e escuro perto dali, onde os deixou. Não estava com cabeça para enterrá-los ou algo do tipo, estava irritado por que aquela noite, além de não matar sua fome ainda esteve próximo de conhecer a morte.

Saindo do local, moveu-se rapidamente para sua casa, não queria mais aventuras por aquela noite, e tinha que dormir para acordar cedo o suficiente para ir treinar na floresta, precisava ficar "em forma" ou voltaria a ver a morte próxima mais uma vez.


Nanda from TPO
avatar
Jellal Mendeley
Vampiros
Vampiros

Mensagens : 9
Data de inscrição : 31/12/2013
Localização : Ser sexy 8)

Ficha Mística
MP:
25/25  (25/25)
Vida:
25/25  (25/25)
Nível : 2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão MF - Jellal Mendeley - Vampiro

Mensagem por Niklaus Mikaelson em Ter Jan 28, 2014 1:06 pm

Avaliação • Jellal • Missão >

1º - Gostei, boa narração e ortografia.
2º - De qualquer modo não foi na muito impressionante, poderia ter tido mais dificuldades.

Prêmios: Avançou para o nível 2 assim ganhou +1 nível, 800,00R$ e +1 missão na ficha mistica.


Niklaus (Klaus) Mikaelson
Híbrido Original|Família Mikaelson|Poderoso
credits@
avatar
Niklaus Mikaelson
Originais
Originais

Mensagens : 120
Data de inscrição : 02/10/2013
Idade : 22
Localização : Atrás de você... Não perca seu tempo em averiguar '-'

Ficha Mística
MP:
75/75  (75/75)
Vida:
75/75  (75/75)
Nível : 12

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum